sábado, 1 de agosto de 2009

20.000 LÉGUAS SUBMARINAS (1954)

Na década de 50, cansado da dependência com a distribuição da RKO, Walt Disney decidiu controlar seu próprio destino em Hollywood criando a Buena Vista, que foi lançada em grande estilo com a superprodução 20.000 leguas submarinas em 1954. Dirigido por Richard Fleischer (Conan, o Destruidor), com Kirk Douglas e James Mason no elenco.
Em 1868 relatos alarmantes sobre um monstro marinho, que destruía navios facilmente, gera um temor nas companhias de navegação. Em virtude disto vários navios não levantam âncora, pois não há tripulação corajosa o bastante. Em São Francisco um professor francês, especialista em vida marinha, precisa ir à Shangai e enfrenta o mesmo problema, pois a tripulação do seu navio desertou. Mas ele e seu assistente são convidados pelo governo americano para uma viagem que pretende confirmar ou negar este boatos.
No contato com o monstro, o navio americano Abraham Lincoln é danificado até ao ponto de não conseguir prosseguir viagem.

O professor Aronnax (Paul Lukas), Conseil (Peter Lorre), seu criado, e Ned Land (Kirk Douglas), arpoador exímio, são atirados ao mar onde são recolhidos por uma misteriosa embarcação, capaz de navegar embaixo da água! Algo inconcebível para a época.

Em Vinte Mil Léguas Submarinas, Júlio Verne nos mostra um submarino, o Náutilus, completamente autônomo do meio terrestre, movido somente a eletricidade. O engenheiro, dono e capitão desta maravilha é o Captão Nemo (James Mason), ele e a sua tripulação cortaram todas as relações com os continentes e com a humanidade. Vivem somente do que o mar lhes dá, a comida, a matéria prima que necessitam para a produção de eletricidade, tudo vem do mar.

Mas a humanidade não conhece a existência desta obra prima de engenharia que o capitão Nemo criou em segredo, e, quando este começa a provocar estragos em navios e embarcações, o mundo passou a temê-lo, imaginando o submarino como um monstro marinho.


Durante vários meses, o Náutilus percorreu dezenas de milhares de quilômetros sob as águas, passando por muitos lugares e peripécias. Os três prisioneiros do captão Nemo assistem estarrecidos a todas estas prodigiosas maravilhas do submarino. É claro que Nemo se trata de um gênio, mas o professor quer saber quais os motivos que fizeram aquele homem se isolar do mundo, se podia contribuir com seu enorme conhecimento. Gradativamente revelações estarrecedoras vão surgindo...




O vencedor do Oscar Paul Lukas está bem no papel designado, Kirk Douglas (um dos melhores atores de cinema de todos os tempos) deu destaque ao arpoador Ned Land e Peter Lorre, apesar de um papel pequeno, está ótimo também. Agora, James Mason, que se entregou totalmente ao personagem, faz o melhor Nemo do cinema. Sua caracterização é perfeita, com toques de idealismo e loucura contida.


Todo o design de concepção do filme é incrível, uma maravilha para a época, e o Nautilus está muito bem construído e decorado, o que atesta de vez as qualidades que tornaram este conceito visual como o definitivo do Nautilus .










Os espantosos efeitos especiais de Ralph Hammeras, Ub Iwerks, John Hench e Josh Meador e a direcção artística/cenários de John Meehan e Emile Kuri são perfeitos.






Por isso o filme ganhou 2 Oscars, nas categorias de Melhor Direção de Arte e Melhores Efeitos Especiais, além de ter sido indicado na categoria de Melhor Edição.



O orçamento do filme foi de US$ 5 milhões.



Um dos modelos utilizados para o Nautilus nas filmagens está em exposição no Walt Disney World's Epcot Center na atração, "The Living Seas". Esta produção foi tão grande que a Disney tinha de utilizar instalações de outros estúdios. Isto incluiu a Universal International e a 20th Century Fox.Na época Peter Lorre alegou que a lula gigante pegou o papel que era geralmente reservado para ele.
Além de suas muitas contribuições como designer de produção, Harper Goff também ensinou Kirk Douglas a tocar o violão para a cena musical do seu personagem

De acordo com Kirk Douglas, em sua autobiografia, " Ragman's Son ", a cena no início do filme onde Ned Land passeia acompanhado com uma linda garota em cada braço e logo depois se envolve numa briga, foi escrita a seu pedido. Na época em que o filme foi feito, Douglas estava no auge de sua carreira e muito preocupado com a promoção de sua imagem. Ele queria sempre passar uma reputação de homem elegante para as senhoras e a de um "machão" como um herói ação. Quando ele leu o primeiro roteiro do filme, ele ficou um pouco decepcionado ao descobrir que seu personagem Ned Land não fazia aparições com qualquer mulher que seja e não iniciava nenhuma briga. Tendo estas preocupações expressas tanto para Walt Disney como para o diretor Richard Fleischer, a cena de luta foi acrescentada especialmente para satisfazer Douglas... He he he

SOBRE O DVD: 20 mil Léguas nunca foi lançado no Brasil. Por essa razão, descolei o importado de Portugal mesmo em uma edição especial bem recheada de extras. Para quem é fã e gostaria de ter este clássico em DVD, entre em contato. Possuo uma versão do DVD-região 2 (rub.records@yahoo.com.br)

6 comentários:

  1. Oi Rubens, envie sua lista para brunocombat ARROBA yahoo.com.br que eu mando minha lista de volta, quem sabe não fazemos trocas? Abs!
    kenseiden.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Paulo Geraldo Meyer15 de julho de 2012 14:59

    Sensacional, caro Rubens, hoje visito sua página pela primeira vez, pois procuro por alguns títulos, e este é um deles, filme que marcou minha infância, nas idas às matinées, deixou muitas saudades... abçs Paulo Meyer

    ResponderExcluir
  3. Para quem gosta de filmes e livros de Julio Verne, adaptei o roteiro de tres obras deste grande autor, transcrevendo-as em versos.
    Sao elas: 20.000 léguas submarinas, A ailha Misteriosa e A Volta ao Mundo em 80 Dias.
    Quem quiser conhecer mais o trabalho que fiz, ele foi publicado no blog JVERNEPT no link e-books.
    Pode inclusve ser baixados gratuitamente.

    ResponderExcluir
  4. Fantástico! Precursor e inspirador de tantos filmes como Titanic, Poisedon, Moby Dick

    ResponderExcluir
  5. um dos filmes que gostaria muito de ver, para quem gosta do gênero recomendo também o filme Tentáculos de 1998

    ResponderExcluir